PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Presidente da Itália convoca Giuseppe Conte, proposto para primeiro-ministro

23/05/2018 09h10

Roma, 23 mai (EFE).- O presidente da Itália, Sergio Mattarella, convocou nesta quarta-feira o jurista Giuseppe Conte, o nome proposto pelo Movimento 5 Estrelas (M5S) e a Liga Norte para ser o primeiro-ministro do país.

Em uma nota da presidência da República, foi informado sobre a convocação, mas sem explicar os motivos, como é normal, mas tudo indica que Mattarella encarregará a Conte a formação de Governo.

Mattarella tinha pedido 48 horas de reflexão depois que o Movimento 5 Estrelas (M5S) e a Liga propuseram o nome de Conte, uma figura praticamente desconhecida para a opinião pública e sem experiência política.

Nestas horas explodiram também as dúvidas sobre algumas partes do currículo de Conte relativas aos seus estudos em prestigiadas universidades estrangeiras.

Enquanto isso, o M5S e a Liga mantiveram que o jurista era e seguia sendo o candidato à chefia do Governo.

O porta-voz no Senado do M5S, Danino Toninelli, também confirmou hoje, em entrevista à emissora pública "RadioRai1", que não haverá mudanças porque por trás da figura de Conte há 11 milhões de italianos que votaram, ao se referir ao de ser jurista apresentado durante a campanha eleitoral como parte do hipotético Executivo do partido.

"Não será uma estupidez inventada sobre seu currículo que mudará as coisas. É uma boa pessoa, competente, séria, e penso que será um ótimo presidente do Governo de todos os italianos", acrescentou Toninelli.

Se Mattarella lhe encarregar a formação de Governo, Conte deverá aceitar o cargo e se comprometer a apresentar sua lista de ministros e posteriormente passará ao Parlamento para receber o voto de confiança.

Giuseppe Conte é professor de Direito administrativo, de 54 anos, conhecido no país por suas posturas para acabar com a burocracia legislativa e promover a meritocracia.

O seu nome já apareceu na lista de ministros proposta pelo líder do M5S, Luigi di Maio, em campanha eleitoral para a pasta de Administração Publica, Desburocratição e Meritocracia.

O professor de Direito administrativo não deu declarações desde que foi proposto.

Somente o jornal "La Repubblica" publica hoje um artigo no qual explica que Conte passou o dia de ontem justificando aos membros do M5S os pontos duvidosos de seu currículo.

Internacional