Homem acusado de vazar informação militar para a China é preso na Inglaterra

Londres, 14 jun (EFE).- Um homem foi preso, no norte da Inglaterra, em relação ao suposto complô para passar informação militar à China, informou nesta quinta-feira a polícia local.

O homem, de aproximadamente 70 anos, e cuja identidade não foi divulgada, foi detido na tarde da última terça-feira, em Derbyshire, norte da Inglaterra, sob a suspeita de violar a Lei de Segredos Oficiais e levado para uma delegacia onde foi interrogado.

A Scotland Yard acrescentou que um imóvel em Derbyshire está registrado como parte da investigação.

De acordo com o tabloide britânico "The Sun", o detido é um antigo empregado da multinacional Rolls-Royce, que fabrica sobretudo motores para aviões, e sua detenção está relacionada com a possível entrega aos chineses de informação confidencial sobre a construção do novo avião de combate britânico F-35.

A Rolls-Royce é uma das várias empresas do Reino Unido que têm contrato para montar partes do avião.

Um porta-voz da companhia não quis fazer comentários hoje sobre esta detenção, por conta da investigação em curso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos