PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Astana comemora seu 20º aniversário como capital do Cazaquistão

06/07/2018 13h20

Astana, 6 jun (EFE).- Astana comemora nesta sexta-feira o 20º aniversário de sua declaração como capital do Cazaquistão com um grande mercado de rua de artesanato tradicional e diversas atividades para crianças.

A mudança da capital de Almaty para Astana, em 1998, por iniciativa do presidente cazaque, Nursultan Nazarbayev, proporcionou um grande crescimento da moderna cidade.

"Quando a capital mudou pensávamos que teríamos um milhão de pessoas em 2030, mas chegamos a esse número em 2017", explicou à Agência Efe o vice-ministro das Relações Exteriores do Cazaquistão, Roman Vassilenko.

"Astana é agora um grande ímã para investimentos, uma grande contrubuidora do PIB do Cazaquistão e um centro de transporte e economia no coração do país", disse Vassilenko.

Astana se projetou como núcleo do país e vínculo para os países centro-asiáticos.

"Espero que Astana seja daqui a alguns anos uma cidade bonita, global e inteligente que conecte os povos entre a Ásia e a Europa e entre a Rússia e os países da Ásia Central", disse o prefeito da capital cazaque, Asset Issekéshev.

Para a comemoração do aniversário, as regiões do Cazaquistão ofereceram diferentes presentes à cidade, entre os quais se destaca a nova ponte construída pela região de Atyrau.

A obra arquitetônica, que cruza o rio Yessil, foi inaugurada no último domingo pelo presidente Nazarbayev e simula a forma de um esturjão, por causa do famoso caviar cazaque típico de Atyrau, situada no litoral leste do mar Cáspio.

O aniversário da proclamação de Astana como capital coincidiu com o de Nazarbayev, que visitou as novas instalações.

Desde que se tornou capital, a cidade recebeu vários eventos internacionais, como a cúpula do OSCE em 2010 e a Exposição Internacional no ano passado.

Durante seus três meses de duração, a Ex-po Astana 2017, cujo lema foi "A energia do futuro", recebeu quase quatro milhões de visitantes e 50 de líderes internacionais, além de sediar mais de 3 mil eventos artísticos, culturais e esportivos.

Isso proporcionou um grande impulso econômico e turístico para esta antiga república soviética.

Além disso, Astana foi agraciada em 1999 com o título de Cidade da Paz pela UNESCO, e em 2003 a agência qualificadora de serviços Moody's Investors designou a cidade como uma das 30 melhores do planeta.

A capital cazaque se caracteriza por uma arquitetura moderna e futurista com emblemáticos edifícios projetados por reconhecidos arquitetos, como o britânico Norman Foster, que deu à cidade peças únicas como o shopping Jann Shatyr, o monumento Bayterek e o Palácio da Paz e Reconciliação.

Internacional