PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mais de 300 salvadorenhos cruzam fronteira da Guatemala e seguem rumo aos EUA

29/10/2018 13h42

Guatemala, 29 out (EFE).- Mais de 350 migrantes salvadorenhos cruzaram a fronteira do país com a Guatemala para seguir viagem em caravana rumo aos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira uma fonte oficial.

Os migrantes atravessaram de forma legal a fronteira de Ciudad Pedro de Alvarado, no município de Moyuta, no departamento de Jutiapa, segundo Julio Palma, da Coordenador Nacional para a Redução de Desastres (Conred), que presta assistência à caravana, similar a como faz com os hondurenhos.

Até agora, entraram na Guatemala 356 salvadorenhos com documentação regularizada.

Alguns migrantes pediram a motoristas de veículos particulares uma carona e outros preferiram seguir a pé, de acordo com imagens divulgadas pela imprensa guatemalteca.

Os salvadorenhos pretendem chegar hoje ao departamento sulista de Escuintla e depois continuar a caminhada até a fronteira com o México.

A caravana, convocada através das redes sociais, começou sua viagem apesar de diversos setores da sociedade salvadorenha pedirem para evitar migrar desta forma pelos riscos que isto implica, especialmente para as crianças e as mulheres.

Desde 13 de junho, milhares de hondurenhos iniciaram uma caravana para os EUA em busca de melhores condições de vida, devido à violência e à pobreza que sofrem em Honduras.

Integrantes da primeira caravana já conseguiram entrar em território mexicano.

Ontem, membros de outra caravana romperam a cerca metálica em Tecun Uman, o que provocou um confronto com a polícia, que depois os deixou passar.

No entanto, houve outro incidente com os policiais mexicanos, que terminou com um migrante hondurenho morto e mais de dez feridos, segundo informações divulgadas por autoridades guatemaltecas.

Internacional