PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Secretário de Energia renuncia após aumento de tarifas anunciado por Macri

28/12/2018 20h39

Buenos Aires, 28 dez (EFE).- O secretário de Energia da Argentina, Javier Iguacel, renunciou nesta sexta-feira ao cargo e será substituído por Gustavo Lopetegui, até então assessor do presidente do país, Mauricio Macri.

Iguacel assumiu o posto em julho, ainda quando a Secretaria de Energia tinha status de ministério, condição perdida após uma reforma feita por Macri no governo em setembro.

"Por razões que expliquei ao presidente, renunciei ao cargo de secretário de Energia, colocando-me à disposição para continuar acompanhando a transformação que ele está levando adiante", escreveu o agora ex-secretário em uma rede social.

Apesar de não esclarecer o motivo de sua saída, Iguacel deixa o cargo um dia depois do anúncio de um reajuste de 55% nas tarifas de energia em Buenos Aires e de 35% no restante do país.

O novo secretário de Energia, Gustavo Lopetegui, era desde setembro assessor da presidência, mas está no governo desde o início da gestão Macri, em dezembro de 2015, período em que atuou como secretário de Coordenação de Políticas Públicas da Chefia de Gabinete. EFE

Internacional