PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Sobe para 59 o número de mortos em inundações e deslizamentos na Indonésia

Em Jacarta (Indonésia)

25/01/2019 08h16

As autoridades da Indonésia elevaram, nesta sexta-feira (25), para 59 o número de mortos por causa das fortes precipitações e ventos que afetaram o sul da ilha de Célebes e causaram inundações e deslizamentos. Vinte e cinco pessoas estão desaparecidas e há 47 feridos.

O nível da água, que chegou a alcançar dois metros de altura, deixou, além disso, quase 5.000 casas inundadas e danificadas, provocando a remoção de 3.481 residentes na província de Célebes do Sul, segundo o porta-voz da agência de mitigação de desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho.

As chuvas, que tiveram o ponto álgido na terça-feira, danificaram dez pontes, inutilizaram mais de 16 quilômetros de estradas e afetaram quase 12 mil hectares de arrozais e vários centros religiosos e educativos nas 106 populações afetadas.

As equipes de busca e resgate registraram o maior número de falecidos no município de Gowa, onde morreram 44 pessoas, seguido de Jeneponto com dez, Maros com quatro e Pangkep com uma.

A maioria de vítimas mortais, 45, ocorreu por causa das inundações, enquanto os deslizamentos de terra causaram a morte de 14 pessoas.

Sutopo afirmou que as autoridades continuam assistindo os milhares de deslocados e afetados com tendas de campanha, cobertores e alimentos para as famílias e os bebês, entre outros, enquanto a água começou a baixar em várias zonas.

O governo provincial de Célebes do Sul anunciou um orçamento especial de 1 bilhão de rupias (62,2 mil euros) para os trabalhos de emergência e recuperação.

As inundações e deslizamentos de terra afetam a cada ano a Indonésia durante a estação de chuvas, cujo momento álgido ocorre entre dezembro e fevereiro.

Internacional