Topo

Estudantes sul-coreanos são detidos ao protestar dentro de consulado do Japão

22/07/2019 06h41

Seul, 22 jul (EFE).- As autoridades da Coreia do Sul detiveram nesta segunda-feira seis pessoas, que acredita-se que sejam estudantes universitários, por montar um protesto no consulado do Japão da cidade de Busan (sudeste) por causa das restrições comerciais ativadas por Tóquio sobre Seul.

Aparentemente, após entrar no recinto os seis abriram no pátio da delegação diplomática cartazes condenando uma medida comercial restritiva anunciada pelo Governo japonês no começo do mês.

Também começaram supostamente a gritar slogans como "Japão deve pedir perdão" em referência aos atos cometidos por Tóquio durante o seu domínio colonial sobre a península coreana (1910-1945).

Esta ação coincidiu com outro ato de protesto convocado por 30 organizações às portas do consulado da segunda maior cidade da Coreia do Sul.

A crise diplomática entre ambos os países, a pior em décadas, está criando episódios de boicote contra produtos japoneses e protestos na Coreia do Sul na frente de representações diplomáticas japonesas.

O Japão decidiu no dia 1 de julho aplicar restrições sobre a exportação ao país vizinho de materiais químicos básicos para a fabricação de telas e chips, um dos grandes produtos de exporação da Coreia do Sul. EFE

Internacional