Topo

Istambul expulsará refugiados sírios registrados em outras províncias

22/07/2019 15h18

Istambul, 22 jul (EFE).- O escritório do governador de Istambul anunciou nesta segunda-feira que expulsará da cidade todos os refugiados sírios que estiverem oficialmente registrados em outras províncias da Turquia.

"Foi dado um prazo até 20 de agosto a todos os estrangeiros de origem síria que contam com amparo temporário para que voltem às províncias nas quais estão registrados", adverte um comunicado, em turco e árabe, no site da instituição.

Os 3,6 milhões de refugiados sírios na Turquia estão amparados sob uma fórmula de "proteção temporária", que não lhes dá pleno status de refugiado, mas permite residir no país de forma indefinida.

Os sírios foram distribuídos desde 2011 entre diferentes províncias onde eram registrados e, teoricamente, onde deveriam permanecer.

Muitos deles, no entanto, se mudaram para Istambul para buscar trabalho.

Em Istambul vivem 1.069.860 estrangeiros, dos quais 547.479 são sírios refugiados, segundo dados do governo.

Em 6 de julho, o ministro de Interior, Süleyman Soylu, já advertiu que, salvo exceções, não serão admitidos mais registros de sírios em Istambul.

Muitos turcos culpam os sírios pelo aumento do desemprego e por conflitos sociais em áreas com alta densidade de refugiados. EFE

Internacional