Topo

Polícia lança gás de pimenta contra manifestantes em Porto Rico

22/07/2019 00h54

San Juan, 21 jul (EFE).- A polícia lançou gás de pimenta contra um grupo de manifestantes que se reuniu neste domingo em frente a um edifício na cidade de Guyanabo, próxima a San Juan, onde o governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, e alguns prefeitos e legisladores do seu partido tiveram uma reunião.

As forças de segurança fizeram uso do gás de pimenta quando vários cidadãos tentavam evitar a saída dos participantes do encontro.

"Ricky canalha queremos que vá embora" ou "Ricky ditador" foram algumas das frases que os manifestantes gritaram.

A reunião aconteceu depois que Rosselló, imerso em uma crise institucional e política por causa de sua participação em uma polêmica conversa através de mensagens eletrônicas, anunciou que não vai concorrer à reeleição, que renuncia como presidente do seu partido, o Partido Novo Progressista (PNP) e que não renunciará como governador.

Outro protesto se formou nas proximidades da Fortaleza, sede do governo, na Velha San Juan.

Para amanhã está prevista uma greve geral e uma manifestação em San Juan, no que seria o décimo dia de protestos contra o governador do território. EFE

Mais Internacional