PUBLICIDADE
Topo

Japão proibirá entrada de viajantes dos EUA, Europa, China e Coreia do Sul

Informações foram divulgadas pela imprensa local, que não informou quando medidas passarão a valer - kawamura_lucy/Getty Images/iStockphoto
Informações foram divulgadas pela imprensa local, que não informou quando medidas passarão a valer Imagem: kawamura_lucy/Getty Images/iStockphoto

Da EFE, em Tóquio

30/03/2020 15h29

As autoridades do Japão planejam proibir a entrada de viajantes que tenham estado recentemente nos Estados Unidos, na maior parte da Europa, China e Coreia do Sul, como uma medida para conter a propagação do novo coronavírus pelo Japão.

A proibição de imigração será aplicada a todos os não japoneses que estiveram nos 14 dias anteriores à chegada ao Japão em qualquer uma das regiões designadas, enquanto os japoneses que retornarem de lá deverão ficar em em quarentena por duas semanas enquanto monitoram o aparecimento de possíveis sintomas relacionados ao vírus.

As informações, divulgadas nesta segunda-feira pela imprensa local, como a emissora pública "NHK" e a agência de notícias "Kyodo", não especificam quando as novas restrições começarão a ser aplicadas.

Segundo o jornal "Asahi", as autoridades ainda estão ponderando se devem impor a restrição em todo o território americano ou simplesmente em algumas áreas.

O Japão já proíbe a entrada em seu território de pessoas que estiveram em 21 países europeus (incluindo a Itália e a Espanha severamente afetadas), bem como o Irã e algumas áreas da China e Coreia do Sul, que com as novas medidas seriam afetadas em sua totalidade.

Coronavírus