PUBLICIDADE
Topo

Argentina descarta suspender quarentena e se prepara para feriado

03.abr.2020 -  Idoso em frente a banco, aberto pela 1ª vez desde a quarentena obrigatória devido ao coronavírus em Buenos Aires - Agustin Marcarian/Reuters
03.abr.2020 - Idoso em frente a banco, aberto pela 1ª vez desde a quarentena obrigatória devido ao coronavírus em Buenos Aires Imagem: Agustin Marcarian/Reuters

09/04/2020 01h47

Buenos Aires, 8 abr (EFE).- O presidente da Argentina, Alberto Fernández, descartou nesta quarta-feira suspender a quarentena na próxima semana, prazo inicial para o fim do isolamento social, e disse que o país trabalha para intensificar os controles de tráfego durante o feriado da próxima sexta para conter a pandemia do novo coronavírus.

"Não vai haver suspensão alguma da quarentena, ela não vai ser relaxada. Não podemos ter uma recaída", declarou Fernández em entrevista à emissora de televisão "Canal 13".

O chefe de governo disse ter ficado preocupado ao ter notado ontem, durante uma viagem de helicóptero, que o movimento nas ruas aumentou em Buenos Aires e nas cidades ao redor da capital argentina.

Até agora, de acordo com o relatório diário do Ministério da Saúde, houve 65 mortes por coronavírus no país, cinco nas últimas 24 horas, enquanto o número total de pessoas infectadas é de 1.795, das quais 80 foram confirmadas nesta quinta.

As autoridades informaram que 43% dos casos são importados, enquanto 34% são pessoas que tiveram contato próximo alguém infectado. Do restante, 12% são de transmissão comunitária e 11% ainda está sob investigação.

Das novas mortes que ocorreram hoje, duas eram mulheres, uma paciente de 61 anos de idade de Tucumán e uma de 82 anos de idade da província de Buenos Aires. As outras três vítimas são homens, dois da capital argentina, de 68 e 72 anos, e um de 64 anos da província de Neuquén.

Operação de Semana Santa

O governo quer um controle para que a quarentena seja mantida durante os próximos dias, no feriado da Páscoa. Para isso, o Ministério dos Transportes anunciou uma operação especial de controle na rodovia que liga Buenos Aires à cidade de La Plata, uma das rotas mais frequentadas durante as folgas.

"Com o objetivo de desestimular a circulação de pessoas e cumprir o isolamento social, preventivo e obrigatório ordenado pelo presidente da nação, a Agência Nacional de Segurança Viária dará apoio à polícia da província de Buenos Aires e realizará, em conjunto, operações de controle na rodovia Buenos Aires - La Plata", disse o comunicado emitido pelo ministério.

A fiscalização ocorrerá hoje e amanhã, e os motoristas deverão apresentar o certificado de livre circulação emitido excepcionalmente durante a pandemia e estabelecido pelo governo para aqueles que estão isentos do isolamento.

Coronavírus