PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Equador registra pouco mais de mil casos de infecção pelo novo coronavírus

12.abr.2020 - Vista aérea de trabalhadores enterrando um caixão no cemitério Maria Canals, nos arredores de Guayaquil - Jose Sánchez/AFP
12.abr.2020 - Vista aérea de trabalhadores enterrando um caixão no cemitério Maria Canals, nos arredores de Guayaquil Imagem: Jose Sánchez/AFP

De Quito

22/07/2020 22h56

O Equador registrou nesta quarta-feira mais 1.040 casos de infecção pelo novo coronavírus e 84 mortes em decorrência da covid-19, segundo boletim apresentado pelo governo do país.

Com isso, o total de contágio chegou a 77.257 desde o início da pandemia, enquanto a quantidade oficial de óbitos subiu para 5.418. Ainda há 3.407 falecimentos tendo como causa provável a doença.

De acordo com os dados do governo, 37.666 casos ativos são de pessoas que estão cumprindo isolamento em casa. Já 1.048 pessoas estão internadas em hospitais equatorianos, sendo 313 com prognóstico reservado, o que indica estado grave ou crítico.

A província de Guayas ainda é a mais afetada em todo o país, com 17.210 positivos para o novo coronavírus, seguida por Pichincha, cuja capital é Quito, que tem 12.956.

Desde o início de junho, após quase quatro meses de quarentena decretada, o governo do Equador começou a aliviar as restrições impostas para evitar a propagação do patógeno que provoca a covid-19.

As autoridades implantaram um sistema de semáforos epidemiológicos, para ampliar a margem de mobilidade e da população e a reabertura de atividades econômicas.

Coronavírus