PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Espanha confirma mais 389 mortes por covid-19, apesar de baixa nos contágios

Ministério relatou nova diminuição de cerca de 1 ponto percentual tanto na ocupação de leitos hospitalares por pacientes da covid-19 quanto em unidades de terapia intensiva - Serhii Akhtemiichuk/Getty Images
Ministério relatou nova diminuição de cerca de 1 ponto percentual tanto na ocupação de leitos hospitalares por pacientes da covid-19 quanto em unidades de terapia intensiva Imagem: Serhii Akhtemiichuk/Getty Images

Em Madri

25/02/2021 00h15

O Ministério da Saúde da Espanha confirmou nesta quarta-feira mais 389 mortes por covid-19, o que elevou o total desde o começo da pandemia a 68.468, enquanto a incidência do coronavírus continua em queda e chegou hoje a uma média de 218 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, abaixo da linha de risco extremo, que é de 250.

A pasta reportou 9.212 novos contágios, fazendo com que o número oficial de casos desde que a crise sanitária teve início chegasse a 3.170.644.

Embora a incidência esteja abaixo do considerado risco extremo em âmbito nacional, duas regiões ainda ultrapassam esse número: Madri, com 339 casos por 100 mil habitantes, e o País Basco, com 274, além de duas cidades espanholas na costa da África do Norte, Melilla, com 457, e Ceuta, com 311.

O Ministério da Saúde relatou também uma nova diminuição de cerca de 1 ponto percentual tanto na ocupação de leitos hospitalares por pacientes da Covid-19 quanto em unidades de terapia intensiva, para 10,6% e 30,5%, respectivamente.

Entretanto, 13.495 pessoas permanecem internadas, 3.241 em UTIs, embora nas últimas 24 horas tenha havido novamente mais altas que admissões em hospitais espanhóis relacionadas à doença. Ao todo, 1.776 receberam alta e 1.056 deram entrada.

Internacional