PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Flórida declara estado de emergência em Miami-Dade após queda de edíficio

25/06/2021 04h47

O governador da Flórida, Ron DeSantis, declarou nesta quinta-feira o estado de emergência no condado de Miami-Dade, atendendo a um pedido do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para oferecer assistência às famílias afetadas pelo desabamento de um edifício residencial onde pelo menos uma pessoa morreu e 99 estão desaparecidas.

Em ordem executiva, DeSantis explicou que "uma parte substancial da estrutura foi destruída e o resto se tornou inabitável".

DeSantis cita que várias agências se mobilizaram imediatamente para responder ao incidente, incluindo a Divisão de Gestão de Emergência e os departamentos de Transporte e de Oportunidades Econômicas, e que "as atividades e operações de socorro estão sendo conduzidas em coordenação e cooperação com funcionários locais".

"Como governador, sou responsável por enfrentar os perigos apresentados por esta emergência a este estado e ao seu povo", diz a ordem executiva.

A medida prevê a instrução de todas as agências governamentais estatais, regionais e locais, incluindo as agências de aplicação da lei, para identificar as equipes necessárias para ajudar a atender as necessidades de resposta, recuperação e mitigação criadas por esta emergência.

O texto assinado por DeSantis declara "ilegal para qualquer pessoa alugar ou vender a um preço não razoável dentro da área para a qual o estado de emergência é declarado qualquer produto essencial, incluindo, entre outros, fornecimentos, serviços, provisões ou equipamento necessários".

O governador também ordenou que "recursos suficientes sejam disponibilizados conforme necessário, transferindo e gastando dinheiro apropriado para outros fins".

Veja o momento da queda:

A quantidade de desaparecidos após o desabamento parcial do edifício residencial Champlain Towers em Miami-Dade pode ser de pelo menos 99, disse o diretor da polícia do condado do sul da Florida, Freddy Ramírez, citado pela imprensa local.

Ramírez informou ao jornal "Miami Herald" que sabe o paradeiro de 53 residentes do edifício, mas que não tem notícias sobre outros 99. Em visita ao local da catástrofe, DeSantis disse que os socorristas ouviram vozes debaixo dos escombros.

Até agora, apenas uma pessoa foi oficialmente confirmada como morta no desabamento do edifício de 12 andares em Surfside, localizado no norte de Miami Beach.

Ao todo, 55 dos 136 apartamentos desmoronaram por razões indeterminadas por volta da 1h30 (2h30 em Brasília), em meio a um estrondo, levando os residentes a acreditarem que houve um terramoto.

Mais cedo, Biden declarou que está pronto para utilizar os recursos federais necessários após a queda do edifício.

Internacional