Suprema Corte da Venezuela declara nulas decisões do Congresso

Alexandra Ulmer e Brian Ellsworth

Em Caracas

A Suprema Corte da Venezuela considerou nulas nesta segunda-feira (11) as decisões da nova Assembleia Nacional até que três parlamentares de oposição sejam removidos dos cargos, aprofundando uma disputa de poder com o novo Legislativo de maioria oposicionista.

Em dezembro, a Suprema Corte impediu quatro parlamentares --três oposicionistas e um alinhado ao governo-- de tomarem posse após o Partido Socialista alegar irregularidades na eleição para o Legislativo, no mês passado.

A oposição classificou a decisão de um "golpe judicial" com o objetivo de tirar dos oposicionistas a super maioria e deu posse aos três parlamentares de oposição na semana passada, em uma das várias rusgas entre o Parlamento e a Corte.

"As decisões tomadas ou a serem tomadas pela Assembleia Nacional enquanto esses cidadãos estiverem incorporados serão absolutamente nulas", disse a Suprema Corte nesta segunda-feira.

Os quatro parlamentares são do Estado rural e pouco povoado do Amazonas, no sudoeste do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos