PESQUISA-Crescimento econômico da China deve desacelerar para 6,5% em 2016

PEQUIM (Reuters) - O crescimento econômico da China deve desacelerar para 6,5 por cento em 2016 ante os 6,9 por cento projetados para 2015, levando o governo a afrouxar mais a política monetária, mostrou pesquisa da Reuters divulgada nesta quinta-feira.

A moderação do crescimento vai aumentar a pressão sobre as autoridades para fazer mais para impulsionar a atividade, especialmente após nova queda dos mercados acionários chineses e desvalorização do iuan, o que provocou preocupações entre investidores globais sobre a saúde da segunda maior economia do mundo.

O suporte adicional de política pode incluir uma redução de 0,25 ponto percentual na taxa de juros e mais 2 pontos de cortes no volume de dinheiro que os bancos tem que deter como reservas até o final de 2016, disseram analistas consultados pela Reuters.

(Reportagem de Xiaoyi Shao e Shaloo Shrivastava)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos