Conselho da Rumo ALL recomenda cancelamento de aumento de capital

Priscila Jordão

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho de Administração da Rumo ALL decidiu recomendar cancelamento do aumento de capital atualmente em curso, diante da derrocada de quase 60% dos papéis da empresa em 2016 até a véspera.

Com isso, a diretoria da companhia iniciou estudos visando uma nova captação de recursos para financiar a empresa.

A Rumo precisa de uma captação para satisfazer necessidades operacionais de curto e longo prazos, em meio a um robusto plano de investimentos aprovado após a fusão da Rumo Logística com a América Latina Logística. Até setembro, a empresa tinha previsão de investimento de entre R$ 1,7 bilhão e R$ 1,9 bilhão em 2015.

Segundo comunicado da Rumo divulgado nesta sexta-feira (15), a administração da empresa considera que a nova captação em análise pode envolver valores maiores que o previsto no aumento de capital, de até R$ 650 milhões.

O objetivo é viabilizar uma negociação para reperfilamento de parte de suas dívidas bancárias com vencimento em 2016, 2017 e 2018 e a finalização das negociações para a obtenção de empréstimo junto ao BNDES. A Rumo terminou setembro com dívida bancária líquida de R$ 7,29 bilhões e uma relação dívida líquida sobre Ebitda de 4,85 vezes.

A Cosan Logística, principal acionista da empresa, reiterou compromisso de aportar pelo menos R$ 250 milhões na nova captação, de um montante esperado da ordem de R$ 2 bilhões, ainda a ser aprovado, de acordo com comunicado separado.

Queda das ações

A decisão do Conselho da Rumo de recomendar o cancelamento do aumento de capital ocorreu diante da forte queda de suas ações na Bolsa. Como o preço de emissão era de R$ 6,05 por papel e as ações estavam sendo negociadas na casa de R$ 2, o mercado passou a questionar se investidores realizariam a subscrição e se a operação seria viável.

Nesta sexta-feira, as ações da Rumo voltavam a despencar. Os papéis entraram em leilão novamente após queda de mais de 17%, liderando as perdas do Ibovespa

A empresa disse que não houve "nenhuma alteração significativa nas atividades da companhia e nos seus fundamentos", mas que o cenário macroeconômico "coloca potencialmente em risco a captação do montante mínimo necessário à homologação parcial do aumento de capital".

Uma nova Assembleia Geral Extraordinária da Rumo ALL será convocada nos próximos dias para referendar o cancelamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos