Índice europeu de ações cai 1,7%, pressionado por balanços fracos e bancos

Por Alistair Smout e Danilo Masoni

LONDRES/MILÃO (Reuters) - O principal índice de ações europeias caiu nesta quinta-feira, com resultados decepcionantes da Roche pesando sobre o setor de saúde e com o setor financeiro da zona do euro também pressionado.

O índice FTSEurofirst 300 fechou em queda de 1,68 por cento, aos 1.318 pontos, enquanto o índice das blue chips da zona do euro Eurostoxx 50 caiu 2,1 por cento.

As ações da Roche caíram 3,8 por cento, após a farmacêutica suíça divulgar lucro líquido em 2015 abaixo das expectativas e com a projeção da empresa de uma melhora este ano encontrando uma resposta cética no mercado.

Os bancos da zona do euro tiveram queda de 3,7 por cento, em meio ao programa para empréstimos ruins de bancos italianos.

Um esquema da União Europeia para ajudar os bancos italianos a se desfazerem de bilhões de euros em empréstimos ruins foi mal recebido e provocou a queda das ações desde quarta-feira. O acordo é um compromisso complexo e pode levar os bancos a assumirem perdas significativas nos empréstimos.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,98 por cento, a 5.931 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 2,44 por cento, a 9.639 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 1,33 por cento, a 4.322 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib recuou 3,49 por cento, a 18.189 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 1,72 por cento, a 8.590 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 caiu 0,03 por cento, a 4.978 pontos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos