Índice europeu fecha em queda com tombo de Nokia e Alcatel

Por Sudip Kar-Gupta e Alistair Smout

LONDRES (Reuters) - O principal índice europeu de ações fechou em queda nesta segunda-feira, pressionado por ações ligadas a equipamentos de telecomunicações em meio à decepção de investidores com os termos do acordo entre Nokia e Samsung para encerrar uma disputa legal.

O FTSEurofirst 300 teve queda de 0,25 por cento, para 1.344 pontos. O índice recuou 6 por cento em janeiro, em seu maior declínio mensal em um início do ano desde 2008.

As ações da Nokia e da Alcatel -- a qual a Nokia está em processo de adquirir -- caíram cerca de 11 por cento após operadores expressarem decepções com os termos do acordo firmado pela Nokia para resolver uma disputa de patentes com a Samsung.

Operadores disseram que fracos dados da China, a segunda maior economia do mundo, também devem pressionar os mercados de ações.

"Decepções sobre os dados chineses piorarão o sentimento. No médio prazo, eu definitivamente procuraria vender em quaisquer ralis do mercado", disse o analista da Hantec Markets Richard Perry.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,39 por cento, a 6.060 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,41 por cento, a 9.757 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,56 por cento, a 4.392 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,92 por cento, a 18.485 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,31 por cento, a 8.788 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,33 por cento, a 5.082 pontos.

(Por Sudip Kar-Gupta e Alistair Smout)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos