Chefe do Pentágono diz que EUA estão atentos a programa de mísseis da Coreia do Norte

  • GARY CAMERON

ESTAÇÃO AÉREA DOS FUZILEIROS NAVAIS DE MIRAMAR, Califórnia (Reuters) - O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Ash Carter, afirmou na quarta-feira que os militares do país estão monitorando os programas nuclear e de mísseis da Coreia do Norte e que os norte-americanos ampliam constantemente as defesas contra um possível ataque de mísseis de Pyongyang.

Carter disse que os EUA estão prestes a aumentar de 30 para 44 o número de interceptadores terrestres de mísseis no Alasca e no Havaí, além de aprimorar sua qualidade, mas que por hora não há planos de expandir o uso do recurso.

Indagado se Washington pretende acrescentar outros interceptadores aos já planejados, Carter declarou aos repórteres: "No momento, não. Esse cálculo se mantém... o plano não mudou".

Na terça-feira, a Coreia do Norte notificou agências da Organização das Nações Unidas (ONU) que planeja lançar um satélite talvez já na próxima semana, uma medida que pode representar um avanço na tecnologia de mísseis de longo alcance na esteira de seu quarto teste nuclear, ocorrido em 6 de janeiro.

As notícias sobre o lançamento atraíram novos clamores dos EUA por sanções mais rígidas da ONU que já estão em discussão em reação ao teste nuclear norte-coreano do mês passado.

(Reportagem de Andrea Shalal)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos