Vulcão entra em erupção no Japão, mas não afeta usina nuclear próxima

Em Tóquio

  • Kyodo/Reuters

Um vulcão entrou em erupção no Japão a cerca de 50 quilômetros de uma usina nuclear nesta sexta-feira, lançando cinzas a uma altura de quase dois quilômetros, além de jorros de lava, mas não houve nenhum relato imediato de danos nas instalações e as operações da usina não foram afetadas.

Após o que classificou como "uma erupção explosiva", a Agência Meteorológica do Japão elevou para 3 o nível de alerta no pico, que tem centenas de pequenas erupções todos os anos, o que significa que as pessoas devem manter distância da montanha.

"Parece que rochas foram lançadas a cerca de dois quilômetros da cratera, mas esta área é bastante distante de qualquer comunidade", afirmou Kazuhiro Ishihara, professor emérito da Universidade de Kyoto, à rede de TV estatal NHK.

Imagens de TV mostraram rios de lava irrompendo na encosta da montanha, mas Ishihara disse acreditar que o impacto da erupção não será muito sério.

A usina nuclear de Sendai, administrada pela Kyushu Electric Power e localizada na mesma ilha, retomou suas operações no ano passado depois de ser desativada --assim como todas as outras usinas nucleares japonesas-- em decorrência de um terremoto seguido de tsunami em 2011 que desencadeou um derretimento em reatores da usina nuclear de Fukushima.

Uma porta-voz da Kyushu Electric disse não ter havido nenhum impacto resultante da erupção na usina e em suas atividades.

(Por Osamu Tsukimori e Kiyoshi Takenaka)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos