Mais pessoas são resgatadas após terremoto em Taiwan; mortes podem passar de 100

TAINAN, Taiwan (Reuters) - Socorristas retiraram uma menina de oito anos de idade e sua tia com vida dos escombros de um prédio de apartamentos de Taiwan nesta segunda-feira, mais de 60 horas depois do desmoronamento provocado por um terremoto, com o prefeito da cidade de Tainan alertando que o número de mortes pode passar de 100.

A contagem oficial de vítimas fatais subiu para 38, mas mais de 100 pessoas ainda estão desaparecidas.

A menina, chamada de Lin Su-Chin, estava consciente e foi levada para um hospital, disseram redes de televisão de Taiwan. A tia dela, Chen Mei-jih, foi resgatada logo depois.

O terremoto ocorreu por volta das 4 horas da manhã de sábado (6 da tarde de sexta pelo horário de Brasília), bem no início do feriado do Ano Novo Lunar, com quase todas mortes sendo registradas no edifício Wei-guan Golden Dragon, em Tainan.

Os esforços de resgate estão concentrados nos destroços do prédio de 17 andares, onde mais de 100 pessoas estão desaparecidas e onde suspeita-se que estejam soterradas.

(Por J.R. Wu e Damon Lin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos