Ofensiva do Exército sírio deixa ao menos 500 mortos em Aleppo, diz grupo

BEIRUTE (Reuters) - Ao menos 500 pessoas foram mortas durante confrontos na Província de Aleppo desde o início de uma ofensiva do Exército sírio e de forças aliadas, que começou este mês, disse nesta quarta-feira um grupo de monitoramento.

O Observatório Sírio para Direitos Humanos, que monitora a guerra, afirmou que o número de mortos inclui ao menos 100 civis. A Reuters não pode confirmar de forma independente os números.

O Exército sírio, com apoio de ataques aéreos russos, iniciou neste mês um movimento para retomar Aleppo e áreas que se estendem até a fronteira com a Turquia.

(Reportagem de Lisa Barrington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos