Pequim aumenta limites para alertas de poluição

PEQUIM, 21 Fev(Reuters) - Pequim vai elevar o patamar do sistema de alerta de poluição do ar, afirmou a agência estatal de notícias Xinhua neste domingo, dois meses depois que uma cortina de fumaça e neblina muito densa resultou na emissão do primeiro "alerta vermelho" da história da cidade. 

No futuro, o alerta máximo só será emitido quando o índice diário de qualidade média do ar prever bater a marca de 500 por um dia, 300 por dois dias consecutivos e 200 por quatro dias, segundo a Xinhua, citando o escritório de proteção ambiental de Pequim.

No momento, o alerta vermelho é exibido quando o índice de qualidade do ar excede 200 pontos, um nível que os Estados Unidos consideram "bastante prejudicial à saúde", por pelo menos três dias.

Em dezembro, quando a cidade emitiu o primeiro alerta vermelho da sua história, escolas foram fechadas e uma construção teve as obras suspensas. Uma cortina de fumaça e neblina muito densa tomou conta de Pequim.

O novo critério passa a vigorar no fim de março e deve ajudar a padronizar os alertas de poluição em Pequim, na cidade vizinha de Tiajin e em quatro cidades na província de Hebei.

Liu Wei, vice-chefe do comando de emergência no escritório de proteção ambiental de Pequim, afirmou que a medida vai tornar mais rigorosa a medição da poluição nas regiões mais afastadas, de acordo com a agência Xinhua.

A poluição é um tema sensível na China, onde milhares de protestos são realizados todos os anos para conscientização a respeito da degradação ambiental. Funcionários ligados ao meio ambiente admitem que é improvável que a China atinja os padrões de qualidade do ar estabelecidos como meta pelo governo até pelo menos 2030.

Pequim, uma das cidades mais poluídas da China, anunciou no último mês que irá fechar 2.500 pequenas empresas altamente poluentes neste ano. E também planeja desenvolver uma rede de "corredores de ventilação" para ajudar a dispersar a cortina de fumaça e neblina.

(por Nicholas Heath)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos