Selic ajuda BB-Mapfre a ter lucro 30% maior em 2015

SÃO PAULO (Reuters) - Inflados pelo aumento da Selic, os ganhos financeiros da BB-Mapfre deram um salto em 2015, ajudando a seguradora a ter um lucro líquido 30 por cento maior no período. O grupo, que reúne operações do Banco do Brasil com a espanhola Mapfre, fechou 2015 com lucro líquido de 2,14 bilhões de reais.

O aumento da rentabilidade da carteira de títulos fez a participação dessa linha sobre o lucro total do grupo subir de 32 para 42 por cento no ano passado.

No plano operacional, a companhia, que opera seguros como de pessoas, habitacional, agrícola e veículos, teve prêmios de 16,7 bilhões de reais, alta de 2,6 por cento ante 2014, com destaque para as linhas de agronegócios (+14,7 por cento) e grandes riscos (+17,1 por cento).

O segmento vida fechou o ano representando 33 por cento dos negócios do grupo, enquanto o de automóveis equivalia a 32,7 por cento, seguida por agronegócios (15,8 por cento), grandes riscos (10,6 por cento) e massificados (8 por cento).

Segundo o diretor geral de planejamento e controladoria da BB Mapfre, Carlos Alberto Landim, o grupo pretende se esforçar para manter participação de mercado. A BB-Mapfre fechou 2015 com fatia de mercado de 17,6 por cento.

Segundo ele, dado a recessão no país, a companhia vai acompanhar de perto a evolução da sinistralidade em 2016, especialmente no mercado de veículos.

Mais cedo, a BB Seguridade, que reúne os negócio do BB em seguros e previdência, informou que teve lucro líquido de 1,014 bilhão de reais no quarto trimestre, queda de 11 por cento ante mesmo período do ano anterior.

(Por Aluísio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos