China está buscando domínio na Ásia Oriental, diz comandante dos EUA

WASHINGTON (Reuters) - A China está "mudando o cenário operacional" no Mar do Sul da China, implantando mísseis e radar como parte de um esforço para dominar a Ásia Oriental, disse um alto funcionário militar dos Estados Unidos nesta terça-feira.

A China está "claramente militarizando o (Mar) Sul da China", afirmou o almirante Harry Harris, chefe do Comando do Pacífico dos EUA, acrescentando: "Você tem que acreditar em uma Terra plana para pensar o contrário."

Logo depois que ele falou, os ministros das Relações Exteriores dos EUA e da China sinalizaram que, apesar de divergências sobre o Mar do Sul da China, eles estavam perto de acordo sobre uma resolução da ONU contra a Coreia do Norte por seus testes nucleares e de mísseis recentes e salientaram a sua cooperação sobre questões econômicas e outros assuntos.

Falando antes da reunião em Washington entre o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, Harris disse que a China é responsável pela escalada da situação no Mar do Sul da China com novas implementações.

Questionado sobre os objetivos, ele declarou: "Eu acredito que a China procura a hegemonia na Ásia Oriental."

Harris disse também acreditar que a implantação de mísseis terra-ar da China na Ilha Woody e de novos radares em Cuarteron Reef em Spratly e a construção de pistas de pouso foram "ações que estão mudando na minha opinião a paisagem operacional no Mar do Sul da China".

(Por David Brunnstrom e Arshad Mohammed)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos