Polícia da Grécia retira imigrantes de fronteira com Macedônia

ATENAS (Reuters) - A polícia da Grécia começou a retirar imigrantes da fronteira com a Macedônia nesta terça-feira, depois que restrições de passagem adicionais impostas pelas autoridades macedônias deixaram centenas de pessoas detidas em território grego, e mais pessoas foram conduzidas de balsa de ilhas gregas até o município de Pireu, que abriga o maior porto do país.

Na segunda-feira os imigrantes se acomodaram nas linhas de trem da área de Idomeni depois de tentarem forçar passagem pela divisa com a Macedônia, revoltados com os atrasos e com os novos limites impostos à sua passagem. Espera-se que eles sejam levados a campos de redistribuição dentro da Grécia.

A polícia grega e vários ônibus vazios entraram na área antes do amanhecer, disse uma testemunha da Reuters. Em uma área vista do lado macedônio da fronteira, cerca de 600 pessoas foram cercadas pela polícia grega, segundo a testemunha.

Havia cerca de 1.200 pessoas em Idomeni, a grande maioria afegãos ou indivíduos sem documentos de viagem apropriados. Houve tumulto no local na segunda-feira quando as autoridades macedônias exigiram documentos de viagem adicionais, inclusive passaportes, das pessoas que cruzavam seu território.

Alguns países usados pelos imigrantes como um corredor para nações mais ricas do norte da Europa estão impondo restrições à sua passagem, o que leva países na outra ponta desse movimento a adotarem limites semelhantes por medo de ver um gargalo em seu próprio território.

(Por Alexandros Avramidis, Alkis Konstantinidis e George Georgiopoulos)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos