Comitê da Fifa reduz suspensão de Blatter e Platini de 8 para 6 anos

Por Mike Collett

ZURIQUE (Reuters) - O comitê de recurso da Fifa confirmou nesta quarta-feira a suspensão do presidente de longa data da entidade, Joseph Blatter, e do chefe da Uefa, Michel Platini, por violações de ética, mas a reduziu de oito para seis anos.

"O comitê de recurso da Fifa, presidido por Larry Mussenden, confirmou parcialmente as decisões tomadas pela câmara decisória do Comitê de Ética independente em 17 e 18 de dezembro de 2015 em relação a Joseph S. Blatter e Michel Platini, cujas suspensões foram reduzidas de oito para seis anos", disse o comitê em um comunicado.

O comitê afirmou que a contribuição dos dois para o futebol ao longo dos anos deveria ser levada em consideração como fator atenuante, mas aplicado apenas na redução da suspensão.

A única forma remanescente de recurso para Blatter, que faz 80 anos no próximo mês, e Platini, de 60, é a Corte Arbitral do Esporte (CAS), em Lausanne.

Blatter e Platini foram suspensos devido a um pagamento de cerca de 2 milhões de dólares feito ao francês em 2011, com aprovação de Blatter, por trabalho feito na década anterior. Os dirigentes afirmaram que o pagamento era parte de um acordo verbal de 1998 por trabalho realizado pelo francês quando era conselheiro técnico de Blatter.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos