Faturamento da indústria de máquinas no Brasil desaba 35% em janeiro, diz Abimaq

SÃO PAULO (Reuters) - O faturamento da indústria brasileira de máquinas e equipamentos em janeiro somou 4,12 bilhões de reais em janeiro, uma queda de 35 por cento ante mesma etapa de 2015, revelou nesta quarta-feira a Abimaq, entidade que representa o setor.

Já a demanda doméstica por esses produtos, o consumo aparente, foi de 8,21 bilhões de reais, recuo de 25 por cento ante janeiro do ano passado, embora tenha crescido 14,7 por cento sobre dezembro.

Mesmo com a forte desvalorização do real frente ao dólar nos últimos meses, as exportações brasileiras de máquinas e equipamentos em janeiro foram 12,1 por cento menores do que em igual etapa do ano passado, a 509 milhões de dólares.

A China foi o único mercado relevante com maior demanda por produtos brasileiros do segmento, de 95 por cento na comparação anual, o que fez o país asiático superar Estados Unidos e Europa, tornando-se o segundo maior mercado externo para o Brasil, após países da América Latina.

Por outro lado, as importações no setor tiveram queda mais forte, de 30,4 por cento, a 1,33 bilhão de dólares. O déficit comercial do país no setor recuou 38,3 por cento, a 823,6 milhões de dólares, segundo a Abimaq.

No fim de janeiro, o volume de mão-de-obra empregada nas empresas do setor era de 311,1 mil pessoas, queda de 13,1 por cento sobre um ano antes, o que representa a perda de cerca de 47 mil postos de trabalho.

O uso da capacidade instalada caiu a 60,9 por cento, ante 67,7 por cento em janeiro de 2015.

"Os dados do mês de janeiro ratificam o cenário de contração dos investimentos e apontam para mais um ano de crise", afirmou a Abimaq em nota.

(Por Aluísio Alves)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos