Vencedor em Nevada, Trump chega fortalecido a debate com Rubio e Cruz

Por Emily Stephenson

HOUSTON (Reuters) - Donald Trump será o centro das atenções em um debate na cidade norte-americana de Houston nesta quinta-feira, ao qual chega como pré-candidato presidencial favorito para conquistar a indicação do Partido Republicano, e seus rivais remanescentes com cada vez menos tempo para alterar uma corrida na qual vêm perdendo fôlego rapidamente.

Trump, de 69 anos, venceu três das quatro prévias partidárias na batalha pela escolha do candidato republicano que irá disputar a eleição de 8 de novembro que escolherá o sucessor do presidente dos EUA, o democrata Barack Obama.

Depois de derrotar seus adversários com facilidade em Nevada na terça-feira, o empresário milionário de Nova York parece a caminho de novas vitórias no dia 1o de março, quando doze Estados votam na chamada 'Super Terça-Feira'.

    No debate organizado pela rede CNN na Universidade de Houston, os oponentes de Trump terão uma de suas melhores e últimas chances para tentar desestabilizar o desbocado ex-apresentador de talk show, visto como alheio ao meio político, antes das disputas da "Super Terça-Feira".

Se eles são capazes de fazê-lo é uma questão em aberto. Ao lado de Trump estarão Marco Rubio, senador da Flórida, Ted Cruz, senador do Texas, John Kasich, governador de Ohio e o neurocirurgião aposentado Ben Carson. Nenhum deles conseguiu frear o ímpeto de Trump nos debates anteriores.

"Trump está em velocidade de cruzeiro", opinou Eric Fehrnstrom, ex-conselheiro-sênior da campanha de 2012 do candidato presidencial republicano Mitt Romney. Ele disse que Trump deveria ignorar seus rivais e se concentrar nos pontos principais de sua plataforma –um muro na fronteira com o México para conter imigrantes ilegais, o reforço das Forças Armadas, a derrota do Estado Islâmico e o comércio justo.

"Está ficando tarde para todos os outros. As pessoas que estão esperando uma guinada súbita de direção na corrida estão enganando a si mesmas. Trump é Golias, e vimos o suficiente dos outros candidatos para saber que não há Davis em campo", afirmou Fehrnstrom.

Rubio, de 44 anos, tem um incentivo a mais para mudar a cara da disputa. Ele está se empenhando em atrair os doadores que apoiavam Jeb Bush, outrora predileto do establishment, que desistiu da contenda depois do resultado decepcionante na prévia da Carolina do Sul no sábado passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos