Bloco asiático teme crescentes tensões no Mar do Sul da China

Por Simon Webb

VIENTIANE (Reuters) - Nações do sudeste asiático expressaram sérias preocupações neste sábado sobre a crescente tensão internacional nas disputadas águas do Mar do Sul da China.

A China reivindica a maior parte do mar, em disputa com países como Malásia, Filipinas, Brunei e Vietnã. Os atritos aumentaram devido à recente instalação chinesa de mísseis e jatos de guerra no disputado arquipélago de Paracelso.

"Os ministros estão seriamente preocupados com os recentes acontecimentos", afirmaram os 10 membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean, em inglês) em comunicado, após reunião de ministros das Relações Exteriores do grupo, no Laos.

A disputa por de terras e a expansão da atividade têm aumentado as tensões e podem minar a paz, a segurança e a estabilidade na região, disse a Asean. 

Os Estados Unidos têm criticado a China pela construção de instalações e ilhas artificiais no mar, além de trafegar com navios de guerra próximo ao território disputado para fazer valer o direito de liberdade de navegação.

Na sexta-feira, os EUA pediram ao presidente chinês, Xi Jinping, que impedisse a militarização da região.

O Vietnã, que acusou a China de violar sua soberania com a instalação de míssil, reforçou o pedido dos EUA neste sábado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos