Legislador egípcio é atacado com sapato por jantar com embaixador israelense

CAIRO (Reuters) - O legislador egípcio Tawfik Okasha foi atacado no Parlamento neste domingo, quando um colega atirou um sapato em sua direção e outros exigiram que ele seja suspenso depois de ter convidado o embaixador de Israel para jantar.

O Egito foi o primeiro de um punhado de países árabes a reconhecer Israel com um acordo de paz patrocinado pelos Estados Unidos em 1979, mas as atitudes egípcias quanto ao país vizinho permanecem frias.

Israel tem um embaixador alocado no Cairo, mas autoridades egípcias fazem questão de manter sua distância e a embaixada tem sido foco de protestos no passado.

Okasha, um apresentador de televisão e legislador conhecido por se envolver em controvérsias, recebeu o embaixador israelense, Haim Koren, para jantar em sua casa, na província de Dakahlia na semana passada. Ele fez o convite ao vivo em seu programa de televisão.

O movimento provocou indignação nos meios de comunicação e no Parlamento do Egito, empossado no mês passado, com vários legisladores exigindo a demissão de Okasha do parlamento. Um colega, Kamal Ahmed, lançou seu sapato durante a sessão em um acesso de raiva.

(Por Ali Abdelaty e Dan Williams)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos