Polícia da Macedônia usa gás lacrimogêneo contra imigrantes na fronteira

IDOMENI/ATENAS (Reuters) - A polícia da Macedônia usou gás lacrimogêneo para dispersar centenas de imigrantes vindos do lado grego que invadiram a fronteira nesta segunda-feira, enquanto uma Europa profundamente dividida troca farpas sobre a maior crise humanitária em décadas.

A frustração por causa das restrições impostas ao movimento de pessoas nos Bálcãs transbordou, e imigrantes retidos na fronteira entre a Grécia e a Macedônia derrubaram o portão de metal em uma cerca de arame farpado.

Uma testemunha da Reuters afirmou que a polícia da Macedônia disparou vários cartuchos de gás lacrimogêneo contra a multidão e uma linha de trem onde outros imigrantes se sentaram e se recusavam a se mover, exigindo atravessar para o país.

A Grécia se apressou para construir acomodações temporárias para um aumento de milhares de imigrantes no país depois que a Áustria e países da rota imigratória dos Bálcãs impuseram restrições nas fronteiras, limitando o número dos que podem cruzar.

Muitos dos imigrantes, fugindo de guerras e pobreza no Oriente Médio e no norte da África, esperam chegar à Alemanha, que no ano passado recebeu 1,1 milhão de pessoas em busca de asilo.

Havia nesta segunda-feira um número estimado de 22 mil imigrantes e refugiados retidos na Grécia, com alguns dormindo no centro de Atenas, outros num aeroporto abandonado e em instalações dos Jogos Olímpicos de 2004. O ministro grego responsável por imigração afirmou que, sem algum escape, o número poderia subir para até 70 mil nos próximos dias.

(Por Alexandros Avramidis e Lefteris Karagiannopoulos)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos