Safra de café 2016/17 do Brasil deverá crescer 13%, diz Comexim

SÃO PAULO (Reuters) - A safra brasileira de café 2016/17 foi estimada em 56,25 milhões de sacas de 60 kg, uma alta de 13 por cento ante as 49,9 milhões de sacas colhidas na temporada do ano passado, que foi atingida pela seca, disse a comercializadora Comexim nesta segunda-feira.

A produção total de grãos arábica deve ser de 44,35 milhões de sacas e a de robusta, de 11,9 milhões de sacas, com expectativas de que o retorno das chuvas às regiões produtoras de arábica melhore a produtividade das árvores.

"Nós esperamos que a oferta de grãos maiores volte aos níveis normais", disse o operador da Comexim Mauricio Pires Di Cunto. "Atualmente, há um prêmio de 30 centavos de dólar por saca nas peneiras 2016/17 e maiores sobre os grãos menores, mas esperamos que isso caia".

A Comexim disse que os estoques devem cair para 159.774 sacas em 30 de junho, quando o ano safra oficialmente termina, os menores níveis na história recente. O Brasil tinha pouco mais de 10,6 milhões de sacas de estoques antigos no fim de junho de 2015, disse a Comexim anteriormente.

Os estoques totalizavam 25,56 milhões de sacas em 1º de janeiro de 2016.

(Por Reese Ewing)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos