Receita vê "confusão operacional e financeira" entre entidades ligadas a Lula

  • STRINGER

(Reuters) - A Receita Federal investiga na nova fase da operação Lava Jato uma possível "confusão operacional e financeira" entre duas entidades ligadas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, uma empresa de palestras e o Instituto Lula, disse um auditor da Receita Roberto Lima nesta sexta-feira.

"Há uma confusão operacional entre as duas entidades, uma com receitas tributadas e outra com receitas isentas", disse auditor em entrevista coletiva em Curitiba, onde estão concentradas as investigações da Lava Jato.

Segundo o auditor da Receita, as cinco maiores empresas que pagaram palestras à empresa de Lula são as mesmas que doaram os maiores valores ao Instituto Lula de 2011 a 2014.

(Reportagem de Thais Skodowski)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos