Lula diz em protesto que foi para o governo para ajudar Dilma e que país tem de voltar a crescer

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou a manifestantes na avenida Paulista, em São Paulo, nesta sexta-feira, que aceitou o convite para ser ministro da Casa Civil para ajudar a presidente Dilma Rousseff e que o país precisa voltar a crescer.

Segundo Lula, há tempo suficiente, até 2018, para mudar a história do país.

(Por Tatiana Ramil)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos