Grande número de pedidos de exclusão de candidatos marca eleições peruanas

LIMA (Reuters) - A duas semanas e meia das eleições presidenciais e legislativas no Peru, as autoridades têm recebido uma chuva de pedidos de exclusão de candidatos, o que aumenta a incerteza sobre os resultados de uma votação atípica.

As autoridades eleitorais já excluíram dois candidatos presidenciais por violação das regras do processo e avaliam tirar da disputa outros dois, entre eles a favorita Keiko Fujimori.

O Tribunal Eleitoral Especial de Lima recebeu até esta quarta-feira solicitações para excluir pelo menos 40 candidatos, incluindo o ex-ministro da Economia Pedro Pablo Kuczynski, que busca ser presidente e que segundo as pesquisas é o mais provável rival de Keiko Fujimori num segundo turno que ocorreria em 5 de junho.

O restante dos candidatos pertencem a diferentes partidos políticos e disputam uma vaga no Congresso nas eleições de 10 de abril, segundo o site do Tribunal.

A polêmica sobre excluir ou não da disputa Keiko Fujimori tem gerado críticas e afetado parcialmente o mercado de câmbio, que vê na candidata uma garantia para a manutenção da política de livre mercado.

A avalanche de pedidos de exclusão, apresentada por cidadãos, são em sua maioria devido a acusações de entregar donativos durante a campanha ou de omissão de informações, de acordo com as autoridades eleitorais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos