Governo federal agenda leilões para contratar usinas eólicas, solares e hídricas

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal agendou para 29 de julho e 28 de outubro dois leilões de energia de reserva que contratarão novas usinas de geração eólica, solar e hidrelétrica, segundo portarias do Ministério de Minas e Energia publicadas no Diário Oficial desta quinta-feira.

O primeiro certame, em julho, contratará usinas solares fotovoltaicas e pequenas hidrelétricas, sendo as primeiras para início do suprimento a partir de 1° de julho de 2018 e as hídricas a partir de 1° de março de 2020.

No segundo leilão, serão contratados parques eólicos e solares, com início da entrega da energia agendado para 1° de julho de 2019.

Os certames, por serem energia de reserva, contratam usinas com o objetivo de aumentar a segurança do sistema, e por isso não dependem da demanda das distribuidoras, que atualmente enfrentam excesso de energia contratada.

As usinas que fecharem a venda de energia nos leilões assinarão contratos de 30 anos, no caso das hidrelétricas, e 20 anos para as usinas eólicas e solares.

Confira a íntegra das portarias: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=24/03/2016&jornal=1&pagina=67&totalArquivos=112

(Por Luciano Costa)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos