Facção do Talibã diz que promoveu ataque no Paquistão e cristãos foram alvo

PESHAWAT, Paquistão (Reuters) - A facção do Talibã Jamaat-ul-Ahrar disse que foi a responsável por um ataque a bomba suicida que matou ao menos 65 pessoas na cidade paquistanesa de Lahore neste domingo, e afirmou que o alvo do ataque foi a minoria cristã do país, majoritariamente muçulmano.

"O alvo foram os cristãos", disse um porta-voz da facção, Ehsanullah Ehsan. "Nós quisemos mandar essa mensagem para o primeiro-ministro Nawaz Sharif, de que nós entramos em Lahore. Ele pode fazer o que quiser, mas não será capaz de nos parar. Nossos homens-bomba vão continuar com esses ataques".

Militantes do Islã no Paquistão têm atacado cristãos e outras minorias religiosas com frequência ao longo da última década. Os cristãos acusam o governo do país de poucos esforços para protegê-los.

(Por Jibran Ahmad)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos