Bélgica libera suspeito ligado a ataques em Bruxelas

BRUXELAS (Reuters) - Um homem amplamente apontado como terceiro indivíduo visto em imagens de câmeras de segurança que mostravam dois possíveis homens-bomba no aeroporto de Bruxelas foi libertado nesta segunda-feira por falta de evidências.

A Procuradoria federal da Bélgica informou que liberou um homem identificado somente como Faycal C., acrescentando não possuir evidências para mantê-lo detido. Ele foi acusado no sábado de "assassinato terrorista".

A mídia belga identificou o homem como Faycal Cheffou e uma fonte próxima à investigação disse que autoridades acreditavam que ele era o homem das filmagens.

Anteriormente nesta segunda-feira, a polícia emitiu um pedido a testemunhas, dizendo que buscavam identificar o homem capturado nas imagens de segurança com dois outros que podem ter se explodido. A polícia informou que o terceiro homem aparentemente deixou sua bomba, que não explodiu, e fugiu.

(Reportagem de Barbara Lewis)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos