Homem armado é baleado e capturado no Capitólio, diz polícia dos EUA

Por Richard Cowan e Susan Cornwell

WASHINGTON (Reuters) - Um homem com uma arma entrou nesta segunda-feira caminhando no Centro de Visitantes do Capitólio nos Estados Unidos, no subsolo, e, depois de apontar a arma para policiais, recebeu um tiro da polícia e ficou ferido, disse a força policial.

O suspeito e uma mulher que estava no local e que também ficou ferida foram levados para um hospital, disse o chefe de polícia do Capitólio, Matthew Verderosa, em entrevista coletiva.

Nenhum policial ficou ferido, segundo Verderosa. Ele afirmou que não estava claro quantos policiais dispararam. Uma arma foi recuperada no local, e o veículo do suspeito foi encontrado na área do Capitólio, disse o comandante policial.

Verderosa declarou que o homem era conhecido da polícia do Capitólio.

"Com base numa investigação policial, acreditamos que esse é um ato de só uma pessoa, que já havia frequentado a área do Capitólio antes. Não há razão para acreditar que isso é algo mais do que um ato criminoso”, afirmou.

Uma autoridade do governo dos EUA disse que não havia evidências ligando o incidente a terrorismo.

Num dia em que o Senado e a Câmara dos Deputados não estavam funcionando e que poucos parlamentares estavam em Washington, o Capitólio foi por um curto período isolado, mas reabriu depois para as atividades normais. O centro de visitantes é usado principalmente por turistas.

A polícia não identificou o suspeito. O serviço secreto retirou os turistas da área da Casa Branca temporariamente, mas o movimento logo retornaria ao normal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos