Aneel autoriza bandeira tarifária verde em abril, sem custo extra ao consumidor

BRASÍLIA (Reuters) - A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira a vigência da bandeira tarifária verde para o mês de abril, na qual não há custo adicional ao consumidor.

Até o mês de março, vigorava a bandeira amarela, o que representa a cobrança adicional de 1,5 real a cada 100 kilowatts-hora (kWh) consumidos.

Desde que o sistema de bandeiras entrou em funcionamento, no início de 2015, esta é a primeira vez que a bandeira verde foi autorizada.

As bandeiras verdes em abril já eram aguardadas, conforme anúncio do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, depois que o governo federal autorizou o desligamento de usinas termelétricas mais caras, devido à melhora na situação dos reservatórios das hidrelétricas.

As bandeiras tarifárias têm como objetivo sinalizar para o consumidor as condições do sistema elétrico, de sobra ou escassez de energia, e ao mesmo tempo arrecadar recursos para custear o uso das termelétricas.

(Por Leonardo Goy)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos