Wagner diz após saída do PMDB que governo deve finalizar repactuação da base até 6ª

BRASÍLIA (Reuters) - O chefe de gabinete da presidente Dilma Rousseff, Jaques Wagner, disse nesta terça-feira que a formalização do rompimento do PMDB com o governo abre espaço para o Palácio do Planalto repactuar sua base aliada e afirmou esperar que até sexta-feira as negociações neste sentido estejam finalizadas.

Wagner falou a jornalistas horas após o PMDB, partido presidido pelo vice-presidente Michel Temer, decidir por aclamação desembarcar imediatamente do governo e entregar todos os cargos que ocupa.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos