Reale reafirma no Senado que houve crime de responsabilidade por desrespeito ao equilíbrio fiscal

BRASÍLIA (Reuters) - O jurista Miguel Reale Jr., um dos autores do pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff em tramitação no Congresso, repetiu nessa quinta-feira que houve crime de responsabilidade por conta do desrespeito ao equilíbrio das contas públicas.

Falando à comissão especial do impeachment no Senado, Reale disse que a denúncia contra Dilma tem o objetivo de eliminar o descaso com a coisa pública.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos