Homem-bomba mata pelo menos seis membros de forças de segurança curdas

BEIRUTE (Reuters) - Um homem-bomba matou neste sábado pelo menos seis membros das forças de segurança curdas que operam na cidade de Qamishli, no nordeste da Síria, afirmou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

A explosão, que visou um posto de controle chamado de Asayish, feriu outras cinco pessoas, informou o grupo, que tem sede na Grã-Bretanha.

A poderosa milícia curda YPG controla grandes áreas do nordeste da Síria, incluindo a província de Hasaka.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do ataque. O Estado Islâmico, contra quem o YPG luta, tem realizado diversos ataques contra forças curdas na região.(Reportagem de John Davison)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos