Temer promete medidas econômicas de imediato se assumir Presidência, em entrevista na TV

(Reuters) - O vice-presidente Michel Temer disse nesta terça-feira que, caso assuma a Presidência, pretende apresentar de imediato medidas econômicas que tenham um impacto positivo para o país.

"Hoje o tema central é o tema da economia e neste particular estou examinando, estudando a matéria, tendo a colaboração de muitos economistas, entre os quais Henrique Meirelles", disse Temer em entrevista exibida na TV Globo, citando o nome mais cotado para assumir o Ministério da Fazenda num novo governo.

"E pretendo logo no início apresentar algo que seja palatável para o país, útil para o país, gerando alguma expectativa", acrescentou.

O Senado deve aceitar na próxima semana a abertura de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, afastando-a da Presidência por até 180 dias. Nas últimas semanas, Temer tem realizado intensas negociações para a formação de um novo governo.

Perguntado sobre a eventual participação de investigados na operação Lava Jato em um governo comandado por ele, Temer disse que isso não seria um impeditivo.

Sobre a proposta do PSDB de implementação do sistema parlamentarista de governo, o vice afirmou não ter nenhuma objeção.

"Estou de acordo com os pontos apresentados pelo PSDB que temos que ter uma grande reforma política para então adotarmos o sistema parlamentarista. Não tenho nenhuma objeção em relação a isso. O eles propõem é que a partir de 2018 se possa adotar a tese do parlamentarismo", disse.

(Por Alexandre Caverni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos