Quatro pessoas são resgatadas de escombros após seis dias no Quênia

Por Humphrey Malalo e Ben Makori

NAIRÓBI (Reuters) - Socorristas resgataram nesta quinta-feira quatro pessoas que sobreviveram em escombros de um prédio desmoronado na capital do Quênia durante seis dias.

Após uma mulher ser resgatada, mais três pessoas foram retiradas dos escombros na capital, informou a Cruz Vermelha do Quênia. Duas mulheres e um homem foram retirados com vida.

A primeira mulher recebeu oxigênio e alimentação intravenosa de médicos através de um buraco nos escombros, enquanto socorristas tentavam retirá-la usando equipamentos pesados e as próprias mãos.

Testemunhas da Reuters viram a mulher ser levada para uma ambulância sob aplausos da multidão no bairro pobre de Huruma, em Nairóbi.

Enquanto o esforço de resgate transcorria, o agente que liderava a operação, Pius Masai, disse que a vítima não parecia ter sofrido ferimentos graves.

O saldo de mortes do desastre chegou a 36, contou Masai, e o resgate desta quinta-feira elevou para cerca de 140 o número de pessoas salvas.

Dezenas de pessoas ainda constam como desaparecidas, mas autoridades da Cruz Vermelha do Quênia dizem não estar claro se os listados foram vitimados pelo desabamento ou se escaparam e não foram rastreados.

Mais cedo nesta semana, os socorristas disseram que havia poucas chances de encontrar sobreviventes. Uma menina de seis meses foi retirada dos destroços na terça-feira, desidratada mas aparentemente saudável. Ela foi devolvida ao pai, mas Masai disse que a mãe está entre os mortos. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos