El Niño mais forte em quase 20 anos termina, diz centro de meteorologia australiano

SYDNEY (Reuters) - O El Niño mais forte em quase 20 anos, que danificou a produção das lavouras na Ásia e causou escassez de alimentos, acabou, informou nesta terça-feira o Centro de Meteorologia Australiano (BOM, na sigla em inglês).

Indicadores climáticos associados ao El Niño, que surgiu em 2015, agora retornaram a níveis neutros, disse o BOM.

O último El Niño resultou em aumento das temperaturas do oceano aos maiores níveis em 19 anos, causando tempo mais seco que o normal, o que resultou em uma queda na produção de trigo, óleo de palma e arroz na Ásia.

O fim do El Niño não foi inesperado, com os indicadores climáticos esfriando nos últimos meses, mas o BOM da Austrália é a primeira grande agência de meteorologia a declarar o encerramento do fenômeno.

(Por Colin Packham)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos