Geddel: Congresso tem liberdade para alterar medidas, mas governo atua para que mudanças sejam mínimas

BRASÍLIA (Reuters) - O ministro Geddel Vieira Lima, da Secretaria de Governo, disse nesta terça-feira que o Congresso tem "total liberdade" para modificar medidas econômicas, mas o governo já começou o trabalho com as lideranças para garantir que as mudanças sejam as menores possíveis.

“Estamos conversando com lideranças para que tenhamos apoio pleno e para que as medidas sejam modificadas o mínimo possível e não descaracterizem os números da equipe econômica”, afirmou o ministro em entrevista nesta manhã.

Geddel acrescentou ainda que o governo tem quórum para aprovar medidas provisórias e emendas constitucionais propostas.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu, Marcela Ayres e Alonso Soto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos