Corpo de alpinista indiano encontrado no Everest é quarta fatalidade em uma semana

Por Gopal Sharma

KATMANDU (Reuters) - O corpo de um alpinista indiano foi encontrado nas encostas mais elevadas do Monte Everest, aumentando para quatro o saldo de mortes na montanha mais alta do mundo desde que esta foi reaberta para expedições na atual primavera do hemisfério norte.

Guias sherpas que procuravam dois alpinistas indianos desaparecidos no sábado da semana passada localizaram o corpo de Paresh Nath, de 58 anos, acima do marco de South Col, a 7.900 metros de altitude, disseram autoridades de alpinismo nesta sexta-feira.

"Eles estão descendo com o corpo enquanto a procura por outro alpinista indiano continua", disse Wangchu Sherpa, da empresa Trekking Team Nepal, que organizou a expedição.

Cerca de 400 alpinistas chegaram ao topo do Evereste neste mês, a primeira vez em que estiveram na montanha desde que um terremoto de magnitude 7,8 desencadeou uma avalanche que matou pelo menos 18 pessoas no acampamento de Base Camp, há um ano.

Nesta sexta-feira, um helicóptero de resgate levou o corpo da alpinista australiana Maria Strydom do Everest para a capital do Nepal, Katmandu.

Maria, de 34 anos, se aproximava do pico de 8.850 metros quando se sentiu mal por causa da altitude e teve que recuar. Ela morreu no sábado.

Seu marido, Robert Gropel, que estava na mesma equipe e também passou mal, foi levado por via aérea para Katmandu no início desta semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos